quinta-feira, 18 de maio de 2017

PIADAS OU ANEDOTAS


CASTIGO
-->

PIADAS OU ANEDOTAS
As piadas ou anedotas, geralmente, são anônimas, ou seja, não são assinadas. Isso significa que elas não tem um autor conhecido.
À medida que são contadas, vão sendo modificadas e reelaboradas, de acordo com as circunstâncias.
As piadas ou anedotas têm a finalidade de fazer o ouvinte ou leitor rir. Algumas são mais engraçadas do que outras, por causa do final inesperado, do grau de surpresa do desfecho ou da graça de quem as narra.
Para que a piada ou anedota atinja o seu objetivo, é essencial que ela seja desconhecida para quem a ouve ou lê, pois, se a pessoa já a conhece, a surpresa deixa de existir e a piada perde a graça.

As piadas ou anedotas, em geral, são transmitidas oralmente. Por causa disso, é difícil contarmos da mesma maneira que a ouvimos: sempre retiramos ou acrescentamos algo. Elas são um excelente recurso para exercitar tanto a expressão oral quanto a expressão escrita.

__________________________________________________________________

DE CASTIGO

A garotinha chega da escola em prantos:
_Mamãe, mamãe, sniff... sniff...
_O que foi minha filha?
_Hoje... na escola... me puseram de castigo... saniff...
_De castigo? Por quê?
_Foi por uma coisa... sniff... que eu não fiz!
_Mas isso é um absurdo! Vamos lá, vou falar já com a diretora.
E a mãe pega a mão da menina e arrasta-a para fora da casa. Na rua, vendo a filha um pouco mais calma, pergunta:
_E o que foi que você não fez, minha filha?
E a menina:
_A lição de casa... buáááá...
01-Quando você vê ou ouve a expressão “De castigo”, o que lhe vem à cabeça?
02-Qual foi a atitude da garota? Ela agiu corretamente? Por quê?
03-E qual foi a reação da mãe? Foi correta? Por quê?
04- Você costuma assumir os seus atos, ou tenta jogar a culpa nos outros? Por quê?
05-Como sua mãe reage, quando você faz algo considerado errado? Por quê?
06-De castigo - é um texto narrativo, dissertativo ou descritivo? Caracterize-o
a)Quais são as personagens?
b)Qual é o enredo?
c)Qual é o espaço em que ocorre o enredo?
d)Quando ocorre o enredo?
e)O discurso utilizado é direto ou indireto? Justifique.
f) O narrador é observador ou narrador é personagem? Justifique.
07- ONOMATOPÉIA- é palavra que imita o som natural da coisa significada.
Identifique as onomatopéias do texto De castigo.
08-No diálogo, os sinais de pontuação são essenciais na estruturação do texto. Explique a função de cada um dos sinais de pontuação utilizados em De castigo.
09-Faça a dramatização do texto De castigo, atribua nome às personagens e escreva um final para o enredo.
RELAÇÃO DE PIADAS OU ANEDOTAS
___________________________________________
ANEDOTAS
-->
VASO VALIOSO __________ 01
Em um leilão de arte, são pedidos lances para um vaso chinês.
-Vaso Ming Chang Lung! Quem dá mais? Quem dá mais?
Os lances são altíssimos: 100 mil, 200 mil, 500 mil... Até que um senhor oferece 1 milhão de dólares.
-Vendido! – grita o leiloeiro, que imediatamente começa a embrulhar o vaso.
O autor do lance milionário se dirige ao palco quando o leiloeiro se atrapalha, deixa o vaso cair no chão e quebrar em mil pedacinhos.
O leiloeiro não perde o rebolado e grita:
-Quebra-cabeça Ming Chang Lung! Quem dá mais? Quem dá mais?
O IRMÃO ____________ 02
Um maluco diz pro outro:
-Sensacional! Como você se parece com seu irmão!...
-Mas... eu não tenho irmão.
-Mais sensacional ainda!
EMPRÉSTIMO ___________ 03
Samuel foi ao banco e falou pro gerente:
-Quero um empréstimo de um real.
-Um real? Mas, Samuel... Pra que isso? Não tem que pensar em empréstimo. Pode retirar essa quantia de qualquer uma de suas contas!
-Não, eu quero um real de crédito para pagar em um mês. Se o banco não dá crédito, Samuel retira dinheiro da poupança, cancela capitalização, seguros, retira tudo.
-Não, Samuel, não é para tanto, se você quer o crédito, nós damos a você.
E o gerente prepara a papelada para o judeu assinar.
-Quanto é o juro?
-Três por cento mensais.
-Está bem, mas quero deixar em garantia de pagamento o Mercedes.
-Não, Samuel, não é necessário; com suas contas é mais que suficiente.
-Se Samuel não deixa carro de garantia, retira poupança, retira dinheiro, cancela seguros...
Está bem Samuel, pode deixar seu carro como garantia na garagem do banco pelo período de trinta dias.
-Perfeito!
Samuel chega em casa e diz para sua esposa:
-Sara, já podemos ter férias tranqüilas! Consegui estacionamento por um mês a R$ 3,00!
BOCÃO ____________ 04
A professora diz pro Bocão:
-Dê três provas de que a Terra é redonda.
E o Bocão:
-O papai diz que ela é, a mamãe diz que ela é e a senhora diz ela é. E vocês três são da maior confiança.
A VIZINHA ____________ 05
A vizinha pergunta pro Menino Maluquinho:
_Como é que você consegue fazer tanta maluquice num dia só?
E o Maluquinho:
-Eu acordo cedo.
O CACHORRO _____________ 06
Aquele menino não gostava muito de bicho.
Um dia, sem pedir, ele ganhou um cachorrinho. Na escola, ele contava:
_Meu cachorro, além de tudo, não tem nariz.
Os colegas não acreditaram:
_E como é que ele cheira?
E o menino:
-Mal! Fede pra danar!
MAR MORTO ___________ 07
De novo a professora pergunta pro Bocão:
-O que você sabe sobre o Mar Morto?
E o Bocão:
-Nada, professora. Eu nem sabia que ele ‘tava doente!
AVE PREDILETA ____________ 08
A professora pergunta ao Junim:
-Junim, qual a sua ave predileta?
E o Junim:
-Galinha frita.
A CARTA ____________ 09
Um maluco estava escrevendo uma carta quando chegou o outro maluco:
_Que é que você está fazendo?
_Escrevendo uma carta.
_Pra quem?
_Pra mim mesmo.
_E o que diz a carta?
_Sei lá! Ainda não recebi...
MALUCOS _____________ 10
O homem passou em frente ao hospital dos malucos e ouviu lá dentro dos loucos gritando:
-Cinqüenta e um... cinqüenta e um... cinqüenta e um...
Ele ficou curioso de saber o que estava acontecendo. Aí viu que tinha um buraquinho no muro do pátio e foi lá espiar. Quando ele botou o olho no buraco, levou uma dedada no olho, e os malucos começaram a gritar:
_Cinqüenta e dois... cinqüenta e dois... cinqüenta e dois...
O NOME __________ 11
O camarada chegou pro juiz e diz:
_Seu juiz, eu queria trocar de nome.
_Como é o seu nome, meu caro?
_Nestor Merdinha.
_Realmente, você tem razão. Como é que você quer se chamar?
_Paulo Merdinha.
A ESCOLA __________ 12
A tia perguntando pro menininho:
_Está gostando da escola?
_Tou não.
_Por quê?
_A professora não sabe nada.
_É mesmo?
_É. Fica perguntando tudo pra gente...
NAPOLEÃO BONAPARTE _____________ 13
Outra anedotinha de maluco bem velhinha mesmo. Deve ser por causa dela que inventaram que todo maluco cisma que é Napoleão Bonaparte. Ou, vai ver, o Napoleão Bonaparte era maluco mesmo. É assim:
No pátio do hospício, um maluco estava com a mão dentro do paletó, fazendo pose de Napoleão em Santa Helena.
_Quem é você? _perguntou um outro maluco.
_Napoleão Bonaparte.
_Quem disse que você é o Napoleão Bonaparte?
_Deus!
_Quem? Eu?!
A CALÇADA _____________ 14
Um maluquinho mesmo de verdade chega pra uma senhora na calçada e pergunta:
_Minha senhora, por favor, onde é que fica o outro lado da rua?
A senhora, muito paciente, mostra a outra calçada pro maluco e diz:
_É lá. Olha.
E o maluquinho:
_Engraçado. Eu estava lá e me disseram que era aqui.
BRASIL 500 ANOS ____________ 15
No meio da conversa sobre o Brasil 500 anos, o Bocão disse:
_Eu queria ter nascido em 1500.
_Por quê? _ perguntaram todos.
E ele:
_Ia ter menos história pra estudar.
ELEFANTE _____________ 16
Um maluco chega com a mão fechada perto do outro e diz:
_Adivinha o que eu tenho na mão.
E o outro maluco:
_Um elefante.
_E o primeiro:
_Ah, não vale! Você viu a tromba.
PESCARIA ____________ 17
O maluquinho tava com uma linha amarrada numa vara, pescando. Mas não tinha anzol na linha. Assim mesmo ele de vez em quando dava uma puxada. Zupt. E nada. O médico vinha passando e viu o maluquinho na beira do rio. Então perguntou:
_Tá fazendo o que aí, ô biruta?
E o maluquinho:
_Tou pescando, num ta vendo?
_Peraí... Pescando sem anzol?
_E daí? Aqui não tem peixe...


O INCONSOLÁVEL _____________ 18

No velório de um ricaço, um sujeito chorava copiosamente num canto da igreja.
O padre foi tentar consolá-lo:
_Rapaz... Não chore... Ele foi para um lugar melhor!
_É! Mas ele foi e deixou muito dinheiro aqui! Buááááá!
_Sim, porque foi um homem trabalhador que enriqueceu...
_Muito bem-sucedido! Snif... Ele deixou uma casa na praia, uns 10 apartamentos espalhados pelo mundo, milhões de dólares na canta bancária! Snif...
-Sim, é verdade... Mas, me diga... Por que isto lhe faz chorar tanto, meu filho?
_Porque eu não sou parente dele, padre! Buáááá!
OURO NO INFERNO _____________ 19
Um sujeito morre e chegando ao céu, São Pedro pergunta:
_O que é que você fazia?
_Eu era garimpeiro – responde o homem.
_Desculpe, mas a seção de garimpeiros está lotada e você não vai poder ficar.
_Entristecido, o sujeito apela:
_E se eu der um jeito de fazer com que os outros saiam, posso ficar?
_Bem, se você conseguir...
Ao encontrar a seção dos garimpeiros, o homem anuncia:
_Pessoal, foi descoberta uma mina de ouro no inferno!
Pouco depois, havia uma fila enorme de pessoas diante de São Pedro pedindo para ir para o inferno. Ao atender o último, São Pedro se espanta:
_Mas, como? Não foi você que inventou o boato para arranjar lugar para ficar?
_Sim, fui eu... Mas vai que a coisa tenha um fundinho de verdade!
O VIGARISTA ____________ 20
Cansado daquela vidinha miserável na roça, Bentinho resolveu aproveitar a mudança da moeda, quando o pessoal andava meio atrapalhado, e fabricou umas notas de real por conta própria. Só que se atrapalhou na hora de imprimir e acabou fazendo algumas cédulas de trinta reais. Pra não desperdiçar, o cara tenta passar as notas no armazém do Tião:
_Será que o compadre tem troco pra uma nota de trinta real?
E o Tião:
_Mais é craro, compadre Bentinho... Pode levar essas duas notas de quinze!
BARBEIRO GRÁTIS ___________ 21
Um homem entra numa barbearia segurando um menino pelo braço e diz:
_O senhor corta o cabelo do meu filho enquanto eu vou comprar cigarros?
O barbeiro concorda e começa a cortar o cabelo do garoto. O homem sai para comprar cigarros, o corte termina e nada do sujeito voltar.
_Garoto, onde está o seu pai que demora tanto? _ pergunta o barbeiro.
_Ué! Ele não é meu pai!
_Como não é seu pai!
_Eu nem conheço aquele homem! Ele só passou ali na esquina e perguntou se eu não queria cortar o cabelo de graça!
CÃO FALANTE____________ 22
Depois de perder o emprego no circo onde trabalhava como ventríloquo, Reinaldo juntou os últimos trocados e comprou um cachorrinho. Com o bichinho debaixo do braço , foi até o bar do seu Joaquim, onde propôs:
_Olha... A única coisa que eu tenho é este cachorro que sabe falar. Quer ficar com ele por cem reais? É que tô apertado...
_Cachorro que fala? Estás a pensar que otário? _retrucou o portuga.
Nisso, o cara pega o cachorrinho no colo e faz de conta que é o bichinho que diz:
_Au! Claro que sei falar! A comida aqui é horrível e o serviço péssimo!
_Ó raios! È verdade! Mas cem é muito por esse vira-lata. Dou cinqüenta!
O pilantra cata o dinheiro e se manda. Mas antes de sair do bar, o cachorro diz:
_Então sou vira-lata e valho só cinqüenta reais, hein? Então nunca mais vou falar seu portuga pão-duro!

CATECISMO_______________23

A mãe pergunta ao Joãozinho o que é que lê aprendeu na aula de catecismo.
Joãozinho responde:
_A professora contou como o general Moisés conduziu o exército israelita através do Egito até a Terra Prometida. Quando os israelenses chegaram ao Mar Vermelho, Moisés parou a coluna e viu os tanques e os jipes egípcios bem atrás deles. Então ele pegou seu rádio de campanha e chamou a marinha israelita para que ela construísse uma ponte flutuante no braço do Mar Vermelho. Uma vez construído, o general Moisés deu ordem ao exército para atravessar a ponte, e, uma vez todo o mundo do outro lado, ele viu os egípcios atravessarem a ponte também. Então, quando eles estavam no meio da ponte, ele pegou o rádio e pediu à Força Aérea Israelita para bombardear a ponte... E os egípcios morreram todos afogados.
Ouvindo isso, a mãe balança a cabeça para mostrar sua reprovação e diz:
-Vamos, Joãozinho! Por que é que você não conta esta história como a professora explicou, que é como está na Bíblia?
-Tá bom, mãe – responde Joãozinho – mas duvido que você vá acreditar!
NO PREZINHO _________________24
No primeiro dia de aula, o menininho grita:
-Pofessola, eu não tem lápis!
A professora o corrige, com toda aquela paciência:
-Não é assim que se fala. O correto é “Eu não TENHO lápis”. “Tu não TENS lápis”, “Ele não TEM lápis”, “Nós não TEMOS lápis”, “Vós não TENDES lápis” e “Eles não TÊM lápis”... entendeu?
E o menino:
-Não! Aonde é que foram parar todos esses lápis?
DESCULPA FURADA ___________________25
Na véspera de uma prova, quatro estudantes de engenharia resolveram viajar. Não chegaram a tempo de fazer a prova e então resolveram dar um “jeitinho”. Dirigindo-se ao professor e disseram:
_Professor, fomos viajar, o pneu furou, não conseguimos conserta-lo em tempo hábil, tivemos mil problemas, e devido a tudo isso, atrasamos, mas gostaríamos de fazer a prova.
O professor, sempre compreensivo:
_Claro, vocês todos podem fazer a prova hoje à tarde, após o almoço.
E assim foi feito. Os rapazes correram para casa e se mataram de estudar, na medida do possível. Na hora da prova, o professor colocou cada aluno em salas diferentes e distribuiu-lhes a prova. Primeira pergunta, valendo um ponto foi: “Fale o que sabe sobre a Lei de Ohm”.
Os quatro ficaram felizes. Era moleza. Pensaram que a prova seria muito fácil e iriam conseguir uma boa nota. Aí, veio a segunda pergunta, valendo 99 pontos: “Qual foi o pneu que furou?”.


Atividades com filmes



quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Pai Nosso, oração da esperança

Pai Nosso, oração da esperança
Voz- PAI NOSSO QUE ESTÁS NO CÉU.
Todos- E também conosco. Na tua presença e com espírito fraterno realizamos os trabalhos e celebramos os Teus louvores.
Voz- SANTIFICADO SEJA O TEU NOME.
Todos- Que te louvem as pessoas e se reconheçam filhos Teus ao sentirem alcançados pelo Teu amor de pai revelado em nosso amor de irmãos.
Voz- VENHA A NÓS O TEU REINO.
Todos- Aquele reino que JESUS anunciou e começou o reino da paz no amor, na justiça, e na libertação. O Reino, cuja construção, confiastes a cada um de nós.
Voz- SEJA FEITA A TUA VONTADE NA TERRA E NO CÉU.
Todos- Solidários, compartilhemos os fardos com nossos companheiros de trabalho, na esperança, pelos caminhos da liberdade, comprometida no amor.
Voz- DÁ-NOS HOJE O PÃO NOSSO DE CADA DIA.
Todos- O pão da mesa familiar. O pão da verdade e da amizade. O pão da justiça e da liberdade. O pão dos ideais e dos valores que dão sentido à vida.
Voz- PERDOA-NOS AS NOSSAS OFENSAS COMO PERDOAMOS QUEM NOS TEM OFENDIDO.
Todos- Perdoa as nossas mediocridades e nossas limitações culpáveis, porque com elas empobrecemos nossos irmãos. Perdoa nossos desalentos e nossas impaciências que medem a pobreza de nossa fé, de nosso amor e da nossa esperança.
Voz- NÃO NOS DEIXE CAIR EM TENTAÇÃO.
Todos- A tentação de não amar, de buscar a nossa glória e não a Tua, de assegurar o nosso reino antes que o Teu, de preferir o nosso capricho à Tua vontade, de reter o pão de nossos irmãos famintos, de perdoar tão pouco.
Voz- LIVRAI-NOS DO MAL.
Todos- De tornar-nos independentes de Ti, Senhor, e, sobretudo, do mal de não saber amar.
Voz- AMÉM.
Todos- Sim. Pai. Assim o que queremos. Assim o que pedimos. Assim o que esperamos, porque Tu queres e juntos o tornaremos possível.

Todos- ASSIM SEJA.

Pai Nosso

O Pai Nosso - Um estudo baseado no modelo de oração que Cristo nos deixou no livro de Mateus.
O Pai Nosso... 

“Pai nosso, que estás nos céus” -- Em primeiro lugar, precisamos sempre reconhecer com quem estamos falando. Ele (Deus) é o nosso Pai celestial. Devemos nos dirigir a Ele com respeito assim como devemos tratar o nosso pai terreno com respeito. Ele é o único e verdadeiro Deus que criou todas as coisas no universo, inclusive a nós mesmos. Ele nos ama e precisamos mostrar o nosso amor por Ele. 

“Santificado seja o teu nome” -- Temos que enxergar Deus como um Ser sagrado, santificado, consagrado, digno de louvor, honra e glória! 

“Venha o teu reino” - Reconhecemos o Seu reino que está por vir. Oramos para que Cristo volte em breve e estabeleça o Seu reino terreno onde vamos reinar com Ele por toda a eternidade. 

“Faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu” – Precisamos orar para que a Sua vontade seja feita em nossas vidas, para que possamos trazer glória a Ele aqui na terra da mesma forma em que Ele é glorificado no céu. Precisamos fazer as coisas de Sua maneira, em vez de egoisticamente fazer tudo do jeito que queremos, apenas para satisfazer nossos próprios desejos. 

“O pão nosso de cada dia dá-nos hoje” -- Devemos pedir ao nosso Pai que cuide das nossas necessidades a cada dia, assim como Ele nos prometeu em Sua Santa Palavra. Sua Palavra diz que não temos porque não pedimos. Naturalmente, precisamos primeiro conhecer a Deus através do Seu Filho, o nosso Senhor e Salvador pessoal. Se não conhecemos a Cristo, Deus não vai reconhecer o nosso pedido de provisão diária. 

“Perdoa-nos as nossas dívidas (transgressões), assim como nós temos perdoado aos nossos devedores (transgressores)” – Esse versículo fala sobre o perdão entre as pessoas com que nos associamos, vizinhos, amigos, familiares e entes queridos. Qualquer pessoa em nossas vidas com quem entramos em contato em situações sociais ou de negócios também fazem parte desse grupo. Se não podemos perdoar os outros, como podemos esperar que nosso Pai celestial nos perdoe? 

“Não nos deixes cair em tentação” -- Precisamos pedir ao nosso Pai celestial que nos ajude a reconhecer cada coisa perversa, cada tentação diante de nós. Precisamos de ajuda para que possamos nos concentrar em nosso Pai, e ver o mal em que podemos cair, pois esse mal é uma armadilha preparada por Satanás para nos baixar ao seu nível. 

“Mas livra-nos do mal” -- Ajude-nos, querido Pai, a ficar longe daquele mentiroso e enganador. Ajude-nos a ver claramente o caminho em que o Senhor quer que cada um de nós andemos. Pelo poder do Espírito Santo que habita dentro de nós, devemos pedir que nunca nos desviemos da Sua vontade e do Seu caminho...

O Pai Nosso – Um final glorioso
Alguns comentaristas acreditam que o final do Pai Nosso- "pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre" - foi acrescentado por alguém que não era o autor original. Se isso é verdade ou não, esta última frase simplesmente enfatiza mais louvor e glória a Deus Pai – então é absolutamente bíblica... que fim glorioso de um modelo de oração a Deus!



sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Imagine que...

   IMAGINE QUE...
1-      VOCÊ É UM MAGO PODEROSO E TEM UMA GRANDE MISSÃO. QUAL? CONSEGUIU EXECUTAR? COMO?

2-      VOCÊ É UM GNOMO QUE MORA NA RAIZ DE UMA ÁRVORE. COMO VOCÊ VIVE? QUAIS SÃO OS SEUS PLANOS?  QUAIS SÃO SUAS DIFICULDADES?

3-      VOCÊ É UM  DOS ANÕES DA BRANCA DE NEVE. QUAL DELES? O QUE VOCÊ FAZ? COMO SE SENTE SENDO UM PERSONAGEM TÃO CONHECIDO NO MUNDO INTEIRO? O QUE VOCÊ ACHA  DO MUNDO DA FANTASIA?

4-      VOCÊ TEM UM CAVALO ALADO . COMO ELE É? QUEM É VOCÊ? COMO O CAVALO ENTROU NA SUA  VIDA? CONTE UMA HISTÓRIA INTERESSANTE QUE VOCÊS VIVERAM.

5-      VOCÊ DESCOBRIU UMA CAVERNA ABANDONADA. COMO? ONDE? O QUE HAVIA NELA? CONTE SUAS SENSAÇÕES AO DESCOBRI-LA. ALGUÉM MAIS SABE  DE SUA EXISTÊNCIA? QUEM? O QUE VOCÊ PRETENDE AGORA?

6-      CAMINHANDO PELA FAZENDA,  VOCÊ ENCONTROU  UM SACI,  NUMA NOITE DE CHUVA. COMO SE DEU O ENCONTRO? VOCÊ CONTOU O FATO A ALGUÉM? ACREDITARAM EM VOCÊ?

7-      VOCÊ SE TORNOU UM PERSONAGEM DE UMA NOVELA DE TV. QUAL? DE QUE FORMA ISSO ACONTECEU? QUAIS AS SUAS IMPRESSÕES SOBRE ESSE MUNDO MÁGICO? VALE A PENA SER FAMOSO?

8-      VOCÊ FOI A UMA FAZENDA. ERA NOITE DE LUA CHEIA. SAIU PARA DAR UM PASSEIO E VIVEU UMA GRANDE AVENTURA. QUAL? COMO? COM QUEM?

9-      VOCÊ ASSISTIA À TELEVISÃO QUANDO, POR UM PASSE DE MÁGICA, FOI ATRAÍDO PARA DENTRO DO APARELHO. COMO FOI ISSO? O QUE ACONTECEU? QUE AVENTURAS VIVEU? CONTE  COMO FOI SEU RETORNO À SALA DE SUA CASA.

10-  VOCÊ É UM COELHO DE UMA HISTÓRIA INFANTIL. QUAL? COMO É O SEU NOME? ONDE MORA? COM QUEM? COMO VIVE? O QUE PRETENDE?

11-  VOCÊ FOI ASSISTIR A UM SHOW DE ROCK. DE REPENTE, ACONTECEU ALGO ESTRANHO. O QUÊ? COMO? COM QUEM?  COMO TUDO TERMINOU?

12-  VOCÊ ABRIU O ARMÁRIO E PEGOU UM REMÉDIO          QUE TINHA SIDO INDICADO PELO SEU MÉDICO. TOMOU UMA DOSE E FICOU COM PODERES  EXTRAORDINÁRIOS. QUE PODERES? COMO VOCÊ USOU ESTES PODERES? COM QUEM? COM QUE FINALIDADE?

13-  VOCÊ  ESTAVA LENDO QUANDO COMEÇOU A SAIR  FUMAÇA DO LIVRO E SURGIU UMA FADA LHE CONCEDENDO TRÊS DESEJOS. O QUE VOCÊ FEZ? COMO UTILIZOU OS SEUS DESEJOS? E O QUE ACONTECEU?

14-  VOCÊ ABRE A REVISTA E VÊ SUA FOTO RELACIONADA A UMA MANCHETE LHE ACUSANDO DE UM CRIME. O QUE VOCÊ FEZ? POR QUÊ? COMO RESOLVEU A SITUAÇÃO?

15-  CAMINHANDO PELA PRAIA, VOCÊ ENCONTROU UM BAÚ  CHEIO DE JÓIAS PRECIOSAS. QUAL FOI SUA REAÇÃO? COM QUEM VOCÊ ESTAVA? O QUE VOCÊS FIZERAM?

16-  VOCÊ VAI A UMA REUNIÃO E QUANDO ABRE A PORTA, VÊ QUE É UMA HOMENAGEM À VOCÊ. O QUE VOCÊ FEZ? QUEM ESTAVA PRESENTE? COMO FOI A HOMENAGEM?

17-  VOCÊ  VIAJAVA SOZINHO DE MADRUGADA QUANDO ESCUTA UM BARULHO ESTRANHO NO CARRO. QUANDO VOCÊ VAI VER O QUE FOI  TEM UMA SURPRESA. O QUE FOI QUE ACONTECEU ? QUE ATITUDE  VOCÊ TOMOU?  COMO TERMINOU A VIAGEM?

18-  VOCÊ RECEBE UM TELEFONEMA DE SEU MELHOR AMIGO LHE  CONTANDO UMA TRAGÉDIA. O QUE  ACONTECEU? COMO VOCÊ REAGIU À NOTÍCIA?  QUE PROVIDÊNCIA VOCÊ TOMOU?

19-  VOCÊ E SEU COLEGA ESTAVAM NUM RESTAURANTE  FAMOSO, QUANDO DE REPENTE  PASSA UM RATO SOBRE SEUS PÉS  E VOCÊ ASSUSTA MUITO. O QUE VOCÊ FEZ? E SEU COLEGA  COMO REAGIU? QUE ATITUDE O DONO DO RESTAURANTE TOMOU?


20-  VOCÊ  ESTAVA DIGITANDO UM TRABALHO, QUANDO  NA TELA DO COMPUTADOR SURGIU UMA IMAGEM INACREDITÁVEL MANDANDO UMA MENSAGEM PARA A HUMANIDADE. QUE IMAGEM ERA ESSA? QUE MENSAGEM QUERIA  PASSAR?  COMO AS PESSOAS REAGIRAM À ESSA MENSAGEM?




A planta e o ser humano


A planta e o ser humano
Ao compararmos as partes de uma planta com o desenvolvimento do ser humano, percebemos que:
As raízes fixam a planta ao solo e retiram da terra os nutrientes para o desenvolvimento da mesma. Para o se humano, a sociedade é o solo em que as raízes se fixarão  e as instruções, os ensinamentos são os nutrientes que as raízes levarão para a formação da personalidade da pessoa.
E o que a sociedade fornece às raízes como princípios para a estrutura desta pessoa?
-Estudo                      -Amor               -Respeito                -Brigas
-Bons exemplos       -Atenção          -Diálogo                   -Paz
-Maus exemplos      -Drogas            -Violência                -Carinho
-Educação                 -Injustiça          -Desonestidade      -Ganância
-Fé em Deus             -Dinamismo     -Honestidade        -Desrespeito
-Solidariedade        -Acomodação    -Desunião            -Fraternidade
O caule ou o tronco é a parte que sustenta os galhos com as folhas, as flores e os frutos e tem a função de conduzir os nutrientes que as raízes retiram do solo para as olhas produzirem os alimentos da planta.
A família é o tronco, a parte mais forte da planta do ser humano, pois é ela que conduz os princípios que a sociedade fornece para a formação humana. E cabe aos pais orientar, selecionar estes princípios conduzindo-os de forma correta, dando exemplos, pois são nutrientes, estes princípios que alimentarão o caráter dos filhos.
As folhas são as partes responsáveis pela produção dos alimentos e da respiração da planta.
Para o ser humano as folhas representam a escola, que aproveita os nutrientes que o tronco direcionou para as folhas produzirem os alimentos. E os alimentos que a escola produzirão só terão sustança se os princípios que o tronco, os pais, orientaram                             forem fortes, firmes. Assim, a escola fortalecerá estas condutas associando-as aos ensinamentos formais, abrindo novos horizontes, novos ares na vida da pessoa.
Os alimentos resultantes desta união entre escola e família serão.
-Educação                            -Honestidade             -Trabalho
-Dignidade                           -Paz                             -Respeito
-Responsabilidade              -Conhecimentos        -Sinceridade
-Fé em Deus                        -Solidariedade            -Justiça
-Compromisso                    -Companheirismo      -Amor
As flores são responsáveis pela reprodução da planta, são delas que originam os frutos.
As flores são os jovens, os adolescentes, as crianças que enfeitam a sociedade quando estão bem alimentados, nutridos de princípios, se tornando adultos. Mas quando estes jovens estão mal nutridos pelos pais e pela escola, estas flores murcham, secam, caem e desestruturam a própria sociedade.
Os frutos são produzidos pelas flores, ou seja, são os adultos, as pessoas que formaram sua personalidade, o seu caráter através dos bons exemplos dos pais e da escola em sua formação.
Desta forma, a planta só crescerá viçosa se cada uma suas partes cumprirem bem o seu papel, a sua função.
E com o ser humano, é da mesma maneira. Se a família e a escola não trabalharem unidas, cumprindo com suas obrigações, não transferindo suas responsabilidades, os frutos também não serão bons, os adultos serão problemas.

Porém, se cada um cumprir com sua responsabilidade os frutos serão adultos que orgulham os pais, a escola e principalmente a sociedade.

Ouçam, as mãos falam

OUÇAM, AS MÃOS FALAM
Mauro Godoy
Era uma vez uma mão
Era uma vez uma mão muito triste,
pois, o que ela mais queria produzir um som e não conseguia.
Mas ela sabia fazer uma porção de coisas...
Ela sabia, por exemplo, contar: 1,2,3,4,5
Sabia dizer você,
Sabia dizer vem cá,                                        
Sabia dizer não pode!                                     Fazer os gestos.
Sabia dizer ok!
Sabia dizer depois!
Sabia torcer pelas pessoas!
Porém, ela continuava uma mão triste, porque
o que ela não conseguia realizar o seu maior desejo.
Um dia, ela percebeu bem perto dela, outra mão.
Mas, ela também era uma mão triste,
que também queria fazer um som e não conseguia...
Ela também, sabia fazer muitas coisas...
Sabia contar : 1,2,3,4,5
Sabia dizer não sei.
Sabia dizer pare, espere um pouquinho.     Fazer os gestos.
Sabia dizer legal!
Sabia dizer tchau!
Sabia dizer vitória!
Contudo se sentia sozinha e infeliz  porque não conseguia
fazer sozinha, o que tanto queria, o som.
Um dia elas se encontraram, se olharam se tocaram e perceberam que juntas, com a ajuda uma da outra elas poderiam realizar o grande sonho de suas vidas, que é produzir o som de uma mão tocando a outra.
O som que elas buscavam e que era a música
de uma mão quando encontra a outra! (bater palmas)

(Solicitar ajuda do público para fazer os gestos da história)


Colcha de Retalhos

Colcha de Retalhos - Dinâmica
Vamos iniciar este encontro pedindo bênçãos celestes sobre cada um de nós, vamos pedir para que o Espírito Santo possa nos conduzir, nos orientar para que possamos aproveitar bem o dia de hoje e que possamos cresce no nosso trabalho, seja qual for nossa função na escola.

LEITURA BÍBLICA – Primeira Carta de Paulo aos Coríntios – Cap.12: 4-11.
4 Ora há diversidades de dons, mas um mesmo é o Espírito;
5 há diversidades de ministérios, e um mesmo é o Senhor;
6 há diversidades de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
7 A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para proveito.
8 Pois a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; a outro a palavra de ciência, segundo o mesmo Espírito;
9 a outro fé, no mesmo Espírito; a outro dons de curar, em um só Espírito;
10 a outro operações de milagres; a outro profecia; a outro discernimento de espíritos; a outro diversidades de línguas, e a outro interpretação de línguas;
11 mas todas estas coisas opera um só e o mesmo Espírito, distribuindo a cada um particularmente como lhe apraz.

Vimos na leitura que temos diferentes dons, maneiras diferentes de servir, diferentes habilidades para o trabalho, mas o espírito é o mesmo.
Colcha de Retalhos toda colorida – simbolizando a nossa alegria de estarmos reunidos para este encontro.
Retalhos diferentes – representando os diferentes dons, diferentes habilidades que temos na vida escolar, mas todos são importantes, quando colocados em prática na educação.
Juntando cada retalho formou-se a colcha, assim como cada um de nós, com nossos dons, forma o corpo docente da educação (nome da escola).
Retalhos maiores – funcionários líderes guiam a educação, que estão à frente, tentam animar, ajudar os colegas.
Retalhos pequenos – não quer dizer que são menos importantes, são os funcionários que agem às vezes achando que o seu trabalho é menos importante.
Retalhos fortes – educador alicerce, mesmo quando as coisas não vão bem eles tentam animar o grupo, na tentativa de superar os obstáculos.
Retalhos fracos – representam aqueles educadores que não têm muita estrutura diante das provações, que precisam sempre do apoio do grupo (retalhos fortes).
Retalhos apagados – representam aqueles funcionários que fazem tudo na escola, mas nunca aparecem.
Emendas- um retalho ligado ao outro para formar a colcha – simbolizam a união e o companheirismo, aceitação, o respeito mútuo que deverá ter entre todos os membros de uma escola para a qualidade do ensino.
Acabamento – simboliza as autoridades (municipais ou estaduais, diretora, secretária, coordenadores) a quem nós pedimos “socorro”, apoio nas dificuldades, nos problemas que surgem.
Forro – todo o sustentáculo dos retalhos , simboliza o nosso Mestre Maior Jesus Cristo, que fortalece, nos dá ânimo para que possamos assumir com dignidade, coragem a nossa missão de educadores.
Conclusão - De qual retalho eu faço parte? Sou um forte? Fraco? Colorido? Sem cor, apagado?

Os dons que Jesus colocou em minhas mãos, eu os coloco a serviço da minha escola? Comunidade? Colegas?